Mulheres e suas Poéticas Artísticas – Uma Cartografia Possível

Inventivas são elas …

A ausência das poéticas-artísticas de mulheres na história da arte envolve modalidades históricas de domínio e condições assimétricas de oportunidades a elas oferecidas na formação artística. Diversidade estética, temática, geográfica, de suporte e técnica forma a variegada composição das imagens das obras das artistas. Essa multiplicidade de tendências desmente a ideia, estabelecida à extensão dos séculos, de que haveria um modelo de arte feminina ou, ainda, abordagens estéticas apropriadas para o universo das mulheres. Essas formulações ideológicas atuam como dispositivos reguladores para garantir restrições, no decurso da história, aos espaços expositivos de salões, galerias e museus, e ao comparecimento da mulher aos manuais da história da arte. Linda Nochlin, num texto de 1971, que se tornou referência quando a temática envolve arte e gênero, faz uma pergunta que provoca incômodo, se pensada com amparo nos questionamentos que suscita: “Por que não existem mulheres artistas?”. A produção estética de mulheres que vivem ou viveram em regiões intensivamente demarcadas pela colonialidade, com suas epistemologias –como ocorre na América Latina e na África – foi desqualificada e excluída do mapa da arte, circuito que é gerenciado por um índice de valores que privilegiam, historicamente, artistas europeus homens e brancos.

VEJA O CATÁLOGO COMPLETO:

Catálogo de obras e artistas

 

 

 

 

Imagem da capa não autoral.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado.